Subjetividade, afetos e política nos escritos de Angela Davis, bell hooks e Patrícia Hill Collins

  • Mariléa de Almeida

Valendo-se dos escritos de Angela Davis e Patrícia Hill Collins, a oficina explora a potencialidade dos seus trabalhos para o adensamento de análises sobre as relações entre subjetividade, afeto e política, especialmente no encaminhamento de práticas antirracistas.

Realização conjunta

  • Ação Educativa
  • Instituto AMMA Psique e Negritude

Conteúdo programático

1 – Encruzilhadas teóricas que balizam as noções de afeto, política, espaço e subjetividade
2 – Contextualização dos escritos de Angela Davis e Patricia Hill Collins com a produção do feminismo negro estadunidense entre as décadas de 1970 e 1990
3 – Singularidades nos escritos de cada autora, apontando as aproximações teóricas, principais problematizações e temáticas trabalhadas
4- Articulação das discussões de Angela Davis  e Patrícia Hill Collins às problematizações sobre afeto, subjetividade e política produzidas por Baruch Spinoza, Michel Foucault, Achille Mbembe, Lélia Gonzalez e Amina Mama

A quem se destina

Educadoras(es), professoras(es), pesquisadoras(es), ativistas e pessoas interessadas nas autoras e no tema.

Precisa de bolsa? Clique aqui

Educadoras(es)

  • Mariléa de Almeida