TERÇAS-INSURGENTES: Frantz Fanon

  • Deivison Mendes Faustino

A oficina pretende apresentar alguns traços gerais do pensamento de Frantz Fanon, discutindo a validade de suas reflexões para a compreensão do racismo no Brasil.

Como psiquiatra, filósofo, cientista social e revolucionário, Frantz Fanon é sem dúvida um dos pensadores negros mais importantes do século XX. Sua obra influenciou diversos movimentos políticos e teóricos na África e Diáspora Africana e segue reverberando em nossos dias como referência obrigatória nos estudos culturais e pós-coloniais. No curso será destacado a sua ideia de alienação colonial, o conceito de duplo narcisismo e utilização dessas categorias na análise da identidade e da diferença.

Realização conjunta

  • Ação Educativa
  • Instituto AMMA Psique e Negritude

Conteúdo programático

Este curso apresenta o pensamento e a atualidade de Fanon para a compreensão da realidade contemporânea. Nos encontros, será apresentada a sua trajetória política e intelectual, bem como abordado alguns de seus principais conceitos de forma a subsidiar uma reflexão coletiva a respeito de sua contribuição para questões como identidade, diferença, cultura, política e emancipação.

 

Encontro 1 : A sociogenia do colonialismo.

Texto: Frantz Fanon: capitalismo, racismo e a sociogênese do colonialismo / Frantz Fanon: capitalism, racism and the sociogenesis of colonialism, in:http://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/14288/12963

Encontro 2.  A crítica à razão eurocêntrica e o alerta do duplo narcisismo

Texto: FAUSTINO, D. Notas introdutórias sobre o “Africana Philosophy” e o humanismo pós-colonial de Lewis Gordon.. ENTRELETRAS, Araguaína/TO, v. 9, n. 1, jan./jun. 2018, in: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/entreletras/article/view/5652/14036  e FAUTINO, D. A emoção é negra, a razão é helênica? Considerações fanonianas sobre a (des)universalização do “ser” negro. In: https://periodicos.utfpr.edu.br/rts/article/view/2629

Encontro 3: A violência

Texto: FANON, F. “A violência”.  Os condenados da terra. Editora ULISSEIA limitada, Lisboa. Tradução de SERAFIM FERREIRA. 1961. In:  https://www.marxists.org/portugues/fanon/1961/condenados/01.htm

Encontro 4. A disputa em torno de Fanon.

Texto: capítulo II (páginas 61-109) “A DISPUTA EM TORNO DE FANON: UMA PRIMEIRA APROXIMAÇÃO”da Tese de doutorado de FAUSTINO, D. Frantz Fanon e os fanoninismos no Brasil (2015). In: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/pct/2016/Mencoes-Honrosas/Sociologia-Deivison-Mendes-Faustino.PDF

A quem se destina

Interessadas(os) em geral, educadoras(es), pesquisadoras(es), ativistas.

Educadoras(es)

  • Deivison Mendes Faustino