Estéticas das Periferias: arte e cultura nas bordas da metrópole

A partir da experiência de realização de nove edições do Encontro Estéticas das Periferias por parte
da Ação Educativa, a oficina traçará uma linha do tempo a fim de refletir como a ideia de cultura de
periferia vem sendo pautada, discutida e absorvida ( ou não) na periferia de São Paulo e fora dela.
Partiremos da década de 1990 com a ascensão do Hip Hop, passando pelos anos 2000 com a
afirmação do movimento cultural de periferia até chegar aos dias atuais em que o feminismo, as
identidades de gênero e a questão racial se colocam no centro do debate. O objetivo da formação é refletir sobre a produção cultural da periferia, seus significados, estéticas, dilemas e perspectivas a
partir do acúmulo proporcionado pelas edições do Encontro Estéticas das Periferias, realizado
anualmente pela Ação Educativa desde 2011.

Realização conjunta

  • Ação Educativa

A quem se destina

Educadores/as, artistas, agentes culturais, gestores/as públicos, estudantes e pesquisadores/as.

Educadoras(es)

  • Antonio Eleilson Leite