Remição penal: educação popular nas prisões

A roda de conversa pretende debater e refletir sobre a efetivação do direito humano à educação no cárcere, com foco na remição da pena por meio de atividades de educação popular.  Também levantar experiências de remição de pena em atividades de educação não-formal, como leitura, esporte e cultura, realizar um diagnóstico dos desafios para a efetivação do direito à educação no cárcere e à remição de pena e sistematizar propostas de atuação conjunta em defesa do direito à educação de pessoas privadas de liberdade e à remição da pena.

Realização conjunta

  • Ação Educativa
  • Conectas
  • Defensoria Pública do Estado de São Paulo – Núcleo de Situação Carcerária
  • Instituto Terra, Trabalho e Cidadania – ITTC
  • Pastoral Carcerária
  • Universidade Federal De São Paulo – UNIFESP

Conteúdo programático

1. Exposição dialogada sobre experiências de remição de pena em atividades de educação não-formal,
como leitura, esporte e cultura.
2. Levantamento dos principais desafios para a efetivação do direito à educação no cárcere e à
remição de pena.
3. Sistematização de propostas de atuação conjunta em defesa do direito à educação de pessoas
privadas de liberdade e à remição da pena.

A quem se destina

Professoras/es, estudantes,
funcionárias/os do sistema prisional, trabalhadoras/es da educação, profissionais do sistema de
justiça, egressas/os do sistema prisional, familiares de pessoas presas e interessadas/os em geral.

Educadoras(es)

  • Claudia Bandeira
  • Julia Daher