Slam: História, poesias e batalhas

O slam é um molde de competição de poesias criada na década de 80 por Marc Smith em Chicago e que desembarcou no Brasil pelas mãos do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e Memória do Hip Hop em 2008 (tendo como principal expoente a poeta, atriz, cantora e apresentadora Roberta Estrela D’Alva). Ao longo dos últimos dez anos o slam tem sido um fortalecedor de comunidades e vínculos por diversos estados do país (e no mundo).

O Slam USPerifa é um coletivo que atua desde março de 2018 na Universidade de São Paulo (USP). Pensando na importância de uma recepção calorosa e que dialogasse numa linguagem mais próxima com alunas e alunos ingressantes no curso de Ciências Sociais da FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas), tendo sido esse o primeiro ano com cotas étnico-raciais dentro da universidade. A poesia é o pretexto que hoje traz para Universidade de São Paulo poetas e expectadores de regiões periféricas da cidade e região metropolitana para conhecerem o espaço público da universidade, ainda murado simbólica e fisicamente. Desde sua primeira edição o Slam USPerifa passou por diversos institutos, faculdades e outros espaços: FFLCH, FAU, ECA, FEA, CRUSP e Ocupação Creche Aberta. Sempre buscando ocupar o espaço da universidade de modo ressignificador e potente.

Nesse encontro ocorrerão trocas sobre o histórico do slam no Brasil e no mundo, além da partilha de experiências do grupo enquanto coletivo que busca reforçar o caráter educativo e político do slam. Também ocorrerá um exercício de escrita poética e uma vivência dos moldes da competição entre as pessoas presentes.

A quem se destina

Interessados/as em geral.